Cientistas dos EUA fazem verme ‘viver 500 anos’

Verme
Os vermes passaram a viver até seis vezes mais do que o normal

Um pequeno verme arredondado pode viver até seis vezes mais do que o normal, se determinados genes e um hormônio forem modificados, segundo uma pesquisa publicada pela revista Science.

Os vermes – Caenorhabditis elegans – tiveram um hormônio metabólico moderado e o sistema reprodutivo removido.

Eles, então, continuaram saudáveis e ativos por um período equivalente a 500 anos nos humanos, que é o tempo de vida mais longo já alcançado pelos cientistas.

Os pesquisadores, da Universidade da Califórnia, afirmam que os resultados talvez possam ser verdadeiros também em mamíferos.

“Esse tempo de vida é o mais longo já verificado em um organismo. Isso é particularmente intrigante porque a insulina controla o caminho da longevidade em muitas espécies, incluindo os mamíferos”, afirmou uma das pesquisadores, Arantes-Oliveira.

Os cientistas descobriram que podem dobrar o tempo de vida dos vermes se eles provocassem uma mutação que reduzia a quantidade de insulina liberada – hormônio metabólico que regula as moléculas de energia.

Eles afirmaram que se a redução fosse ainda mais acentuada, os vermes poderiam viver ainda mais tempo, mas eles entraram em um estado letárgico.

A retirada do sistema reprodutivo dos vermes também teve um efeito dramático – o tempo de vida aumentou em 60%. Isso, segundo o estudo, não foi devido à infertilidade, mas, sim, à alteração hormonal.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2003/10/031023_vermemp.shtml

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: